Blog Roxo por Belford Roxo

Posts Tagged ‘obras

Belford RoxoSegue reportagem publicada no jornal de bairros de O Globo sobre as carências que Belford Roxo guarda mesmo após 20 anos de emancipação:

“Em 2010, a cidade de Belford Roxo completa 20 anos de emancipação. Na época, a população comemorou a decisão. Todavia, não há muito o que comemorar devido ao abandono do município. Não existe até hoje maternidade pública ou hospital de grande porte; faltam instituições educacionais como Cefet, Pedro II, escola técnica da Faetec, colégios de aplicação e universidades públicas como Uerj, UFF, UFRJ, Unirio e Rural; não há linhas de ônibus para lugares como Castelo, Praça XV, Zona Sul, Campo Grande, Tijuca, Niterói ou Ilha; faltam postos do Procon a fim de melhor atender a população; não há museu, teatros ou cinema populares; não há cabines policiais em praças como Lote XV, Prata, Xavante, Areia Branca e Heliópolis; e há bairros inteiros sem saneamento como Itaipú, Saramandaia, Xavante, São Francisco e Roseiral. Pedimos ao Congresso, à Alerj, à Câmara de Vereadores e a órgãos como Ministério Público e Defensoria Pública, que ajudem os cidadãos de Belford Roxo.”

Embora já existam polos de ensino profissionalizante da FAETEC e de ensino universitário do CEDERJ, o acesso à educação realmente ainda é muito precário em Belford Roxo, bem como o acesso a saúde, transporte, lazer e, principalmente, saneamento. Infelizmente, essa situação ainda não motiva os governantes que entram na cidade a mudar a política de só varrer as ruas e passar uma tinta nos postes com as cores do governo.

Fonte: O Globo.

Anúncios

Internet sem fioO governo do estado anunciou ontem que Belford Roxo será um dos primeiros municípios da Baixada Fluminense beneficiados pelo programa de internet sem fio e gratuita da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia. Durante uma entrevista coletiva, o secretário Alexandre Cardoso divulgou ainda o cronograma da obra e o mapa da área de cobertura em cada cidade. Nesta primeira fase, o projeto vai contemplar cerca 1,4 milhão de pessoas, com um investimento de R$ 3 milhões. Depois, o programa será levado a toda a Baixada Fluminense.

De responsabilidade técnica da UFF, o programa vai beneficiar parte de Duque de Caxias, Belford Roxo, Mesquita, Nova Iguaçu e Nilópolis, além da totalidade de São João de Meriti. A instalação das antenas de transmissão já começou. A previsão é que todas estejam instaladas até 28 de setembro, quando o sinal de internet deve estar funcionando na região. Nas residências, prédios públicos e estabelecimentos comerciais, será necessário apenas comprar um modem sem fio para se conectar. Nas ruas, será possível captar o sinal com laptops em algumas praças e nos corredores principais.

Fonte: Jornal Hora H.

Governo do EstadoConvênio firmado na segunda (3/8) entre o prefeito Alcides Rolim e o governador Sergio Cabral no Palácio Guanabara, garante R$ 5 milhões para a realização de obras em Berford Roxo. Pelo acordo, 95% da verba vem do PADEM, Programa de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Rio, e 5% precisa vir da própria prefeitura.

Os recursos serão investidos em obras de drenagem e pavimentação em Areia Branca, Barro Vermelho, Hinterlândia e Aldeia da Felicidade. Alcides Rolim ressalta que, além dos recursos do PADEM, a reunião de segunda rendeu a confirmação da promessa de mais duas UPAs no município, para os bairros de Roseiral e Nova Aurora.

Para Sergio Cabral, os investimentos em infraestrutura e reordenamento urbanístico de Belford Roxo revelam mais um passo na descentralização de recursos. “É uma forma inteligente de descentralizar o orçamento do Estado. É uma maneira de o recurso chegar mais rápido nas mãos de quem merece que é o povo da cidade”, afirmou o governador.

Fonte: Jornal Hora H.

Secretaria Estadual de TransportesA cidade de Belford Roxo vai contar com um plano cicloviário para viabilizar a construção de ciclovias, interligando os bairros do município e bicicletários públicos em diversos pontos da cidade. Para iniciar o planejamento, o secretário estadual de transportes, Julio Lopes, se reuniu com o prefeito de Belford Roxo, Alcides Rolim, e seu secretário de cultura, Rômulo Costa, e, em seguida, visitaram as principais áreas beneficiadas.

As bicicletas são um meio de transporte bastante comum em Belford Roxo. Os moradores utilizam as bicicletas para se locomover até a estação de trens e da estação para casa, na volta do trabalho. Nesse intervalo, as bicicletas ficam presas em grades e postes ou em bicicletários improvisados, onde são cobradas taxas pelo serviço.

– Em parceria com o município e também com a Supervia vamos oferecer um equipamento público adequado para a população estacionar suas bicicletas. Esta é uma tendência mundial. Quando não é possível pedalar até o local de trabalho, é muito comum utilizar a bicicleta em curtas e médias distâncias, até o ponto de integração com o transporte público. E é isso que já acontece em Belford Roxo. Porém, a partir da nossa intervenção, será feito de maneira digna, prática, econômica e segura – afirmou Julio Lopes.

Para Alcides Rolim, esta será também uma medida de contenção ao crescente fluxo de automóveis dentro da cidade.

– Com o auxílio da Secretaria Estadual de Transportes, Belford Roxo passará por uma importante modificação em relação à locomoção. Além dos benefícios para a população, estamos muito focados na questão da preservação ambiental. E o incentivo ao uso da bicicleta é um grande avanço neste sentido – considerou o prefeito.

Técnicos da Secretaria Estaudal de Transportes, que atuam no programa Rio Estado da Bicicleta − responsável pelo desenvolvimento de projetos similares em dezenas de outros municípios fluminenses −, já iniciaram os trabalhos de medições e estudos de campo na cidade.

Fonte: Secretaria Estadual de Transportes.

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)O governador Sérgio Cabral e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, assinaram, no dia 7 de julho (terça-feira), os Contratos de Financiamento da Caixa Econômica Federal para a Cedae, visando o início de um conjunto de obras de saneamento básico do Programa de Aceleração do Crecimento (PAC). As obras vão beneficiar a cidade do Rio de Janeiro e oito municípios da Baixada Fluminense e do interior do Estado. Os projetos para aumento da oferta de água e esgotamento sanitário contarão com recursos da ordem de R$ 587 milhões.

– O Governo Federal queria investir em saneamento no Estado do Rio de Janeiro. No entanto, não podia realizar todas as obras. Afinal, a Cedae não podia captar empréstimos. Graças ao saneamento da empresa, a Cedae pôde receber esses recursos. Por isso, confiamos na recuperação da Cedae e achamos a empresa fundamental para o desenvolvimento do Brasil, ressaltou a ministra Dilma.

O governador Sérgio Cabral salientou a importância das obras que vão ao encontro dos compromissos do país junto ao Comitê Olímpico Brasileiro (COI) para escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

– É uma felicidade imensa ver a Cedae com diversas frentes de obras espalhadas em todo o Estado. Esse conjunto de obras é mais uma realização do governo do estado que vai ao encontro aos compromissos do país junto ao Comitê Olímpico Brasileiro (COI) para escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. O evento também será um marco no fomento a importantes projetos em desenvolvimento no Estado, como para área de influência do Comperj, em construção pela Petrobras, e o Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG) – destacou o Cabral.

O prefeito do Rio Eduardo Paes também ressaltou o trabalho desenvolvido para a recuperação e o saneamento da Cedae e a parceria do governador Sérgio Cabral com o Governo Federal.

– A Cedae é um exemplo para o país como uma empresa pública pode ser gerida e eficiente. O governador Cabral, que agrega esforços para o desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro, conseguiu, através dessa forte parceria com o Governo Federal, esse conjunto de investimentos para o Estado e o município do Rio, comemorou Paes.

O vice-presidente da CEF, Jorge Fontes Hereda, afirmou que o trabalho não para com a assinatura dos Contratos de Financiamento da Caixa Econômica Federal para a Cedae. Ele disse que “o trabalho prosseguirá após a liberação de recursos do financiamento para a Cedae. Vamos continuar unindo forças para que as obras cumpram os seus cronogramas”.

Victer salientou a importância das obras para a população fluminense, que foram garantidas devido ao saneamento da Cedae e a parceria do governador com o Governo Federal.

– Se analisarmos a história de cada município beneficiado com esses recursos, veremos que nunca nas suas histórias houve investimentos dessa envergadura em qualquer setor. O povo do Estado do Rio de Janeiro só tem a ganhar com a recuperação da Cedae e com a parceria do governador Sérgio Cabral com o Governo Federal, afirmou o presidente da Cedae.

Os municípios beneficiados serão: Rio de Janeiro (Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Vargem Grande, Vargem Pequena, Campo Grande, Santa Cruz, Bangu, Ilha de Paquetá, Ilha do Governador), Saquarema (Jaconé), Duque de Caxias, Belford Roxo, Mesquita, São Gonçalo, Maricá (Inoã e Itaipuaçu), Itaperuna, Valença (sede do município e distrito de Conservatória). Também serão realizadas melhorias no sistema de produção de água na Estação Tratamento do Guandu, que vão beneficiar toda a Capital e a Baixada Fluminense.

Estiveram presentes na cerimônia de assinatura o ministro das Cidades, Márcio Fortes, o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o prefeito da Cidade do Rio, Eduardo Paes e o presidente da Nova Cedae, Wagner Victer. Também compareceram ao evento o presidente da Assembléia Legislativa do Rio, Jorge Picciani, o secretário estadual da Casa Civil, Régis Fichtner, o vice-presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Fontes Hereda, a superintendente regional da Cedae, Nelma Souza Tavares, e o prefeito de Valença e presidente da Apremerj, Vicente Guedes, além de diversos deputados federais e estaduais, vereadores e secretários estaduais e municipais.

Reforço no Abastecimento de Água e no Tratamento de Esgoto do Rio de Janeiro: Ampliação do Sistema de Abastecimento de Água dos Bairros de Jacarepaguá, Barra da Tijuca, Vargem Grande e Vargem Pequena, na Zona Oeste da cidade. Essas obras prevêem a construção dos reservatórios do Outeiro e de Jacarepaguá. Reforma do Reservatório Reunião e o assentamento de 74 mil metros de adutoras, troncos e rede distribuidora.

Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Paquetá – Instalação de elevatória com capacidade para bombear 100 litros de esgotos por segundo. Instalação de dez quilômetros de tubulações subaquáticas de 350 mm de diâmetro, ligando a Ilha de Paquetá à Estação de Tratamento de Esgotos de São Gonçalo (atravessando a Baía de Guanabara), onde o esgoto receberá o tratamento adequado, e substituição e assentamento de dois mil metros de redes coletoras.

Modernização da Estação de Tratamento de Água do Guandu (ETA) – Essa obra, que atenderá à cidade do Rio de Janeiro e os municípios da Baixada Fluminense, evitará qualquer possível captação de águas poluídas pela Estação, que pode encarecer e dificultar o tratamento de água.

Reforço do Abastecimento de Água de Campo Grande – O projeto consiste na implantação de 13 mil metros de tubulações e instalação de uma elevatória para o reservatório Vítor Konder. Também serão realizadas obras de recuperação da Elevatória de Guarabu. O projeto prevê investimentos na melhoria do fornecimento de água aos bairros de Tauá, Bancários e Freguesia, com complementação da instalação de 3 mil quilômetros de tubulações.

Implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Maricá: O sistema contará com a construção de um booster (equipamento responsável pela manutenção da pressão nas tubulações) na localidade de Ipíiba e complementação de adutora entre Amendoeira/Ipíiba e Inoã. Também será construído em Inoã um reservatório com capacidade para 2,5 milhões de litros de água. Além disso, será implantada uma subadutora que abastecerá as localidades de Jardim Atlântico e Itaipuaçu, onde será construído reservatório de 4 milhões de litros e instalados 235 quilômetros de rede de distribuição.

Aumento da Oferta de Água e do Esgotamento Sanitário de Duque de Caxias: Melhorias Operacionais na Rede Distribuidora do Bairro Parque Fluminense, com o assentamento de 37 mil metros de rede de distribuição de água e a recuperação de um reservatório.

Construção de Sistema de Coleta e Transporte de Esgotamento Sanitário da Pavuna, com a implantação de 17 mil metros de rede coletora e recuperação de outros 24 mil metros.

Melhorias na Rede de Esgoto de Belford Roxo e Mesquita: Complementação da rede coletora de esgotos do Sistema Sarapuí, que compreende a instalação de 72 mil metros de coletores e a instalação de três elevatórias de esgotos.

Reforço no Abastecimento de Água de São Gonçalo: Melhorias do Abastecimento das Áreas Atendidas pelos Reservatórios de Marques Maneta, Trindade, Tribobó e Amendoeira, com a instalação de 240 mil metros de tubulações e 27 mil novas ligações prediais.

Melhoria no Abastecimento de Água de Saquarema: Implantação do Sistema de Abastecimento de Jaconé, com a construção de uma estação de tratamento de água, duas adutoras (água bruta e tratada), duas elevatórias e assentamento de 37 mil metros de rede distribuidora.

Implantação do Sistema de Abastecimento de Água e de Esgoto de Itaperuna: Reforma da estação de tratamento de água, implantação de nova adutora de água, construção de reservatório com capacidade para 4 milhões de litros.

Implantação de sistema de esgotamento sanitário com construção de elevatórias, construção de duas estações de tratamento de esgotos, interceptador, rede coletora e ligações domiciliares.

Ampliação do Abastecimento de Água de Valença e do Distrito de Conservatória: Para Valença o projeto prevê instalações de captação e elevatória de água bruta, seis mil metros de adutora, estação de tratamento de água, reservatório com capacidade para 5 milhões de litros, e 25 mil metros de rede distribuidora.

Para Conservatória o projeto prevê a construção de duas elevatórias, três adutoras, estação de tratamento de água, e reservatório com capacidade para 1 milhão de litros de água.

Fonte: Portal Fator Brasil.

Prefeitura de Belford RoxoA equipe técnica da Prefeitura de Belford Roxo se reuniu ontem com moradores do Jardim Xavantes na Igreja São Pedro, para apresentar o Projeto Desenvolvimento Comunitário e Apoio Social na Perspectiva de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável (DLIS), que faz parte do convênio de 13 milhões de dólares assinado pelo prefeito Alcides Rolim em abril com o do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As obras de saneamento, drenagem e pavimentação serão realizadas em 84 ruas de Xavantes e São Francisco, beneficiando 3.500 famílias.

Fonte: Jornal de Hoje.

evt9xgpnb7

Prefeitura de Belford RoxoO prefeito de Belford Roxo, Alcides Rolim, assina na próxima terça-feira,às 10h, no Palácio Guanabara, convênio com os governos federal e estadual para realização de obras de esgotamento sanitário e ampliação do abastecimento de água na região do Lote XV. Os recursos, no valor de R$ 28 milhões, são oriundos do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara. À solenidade estarão presentes ainda, além do governador Sérgio Cabral, os ministros Márcio Fortes (Cidades) e Dilma Roussef (Casa Civil).

Este será o segundo grande convênio que Rolim assinará para melhorar a qualidade de vida dos moradores de Belford Roxo. No mês passado, ele recebeu R$ 26 milhões do governo estadual para execução de obras de infraestrutura nos bairros de Xavantes, São Francisco e Nova Aurora. Estes recursos, oriundos do Banco Mundial, nunca saíam do papel. O prefeito informou que as obras nestas comunidades começam ao longo deste mês, já que a Delta Engenharia, que vai tocar o projeto, está ultimando os últimos acertos burocráticos para instalar seus canteiros de obras.

Rolim disse que o convênio para esgotamento sanitário e ampliação da rede de abastecimento de água beneficiará milhares de moradores de bairros do Lote XV e significarão, no futuro, um grande avanço na qualidade de vida. Na sua opinião, apesar da crise financeira internacional, Belford Roxo está sendo contemplado com projetos que apontam para o fim de valas negras e na melhoria da qualidade de vida, além de estar enfrentando o desafio da questão sanitária.

“Eu só espero é que a Câmara de Vereadores entenda a grandeza destes projetos e que não trate questões menores, paroquiais, acima do interesse da população. Não é hora de briguinhas, de picuinhas, e sim de olhar Belford Roxo com a visão da modernidade e da seriedade”, disse Rolim ao comentar o comportamento de alguns vereadores em relação ao seu governo.

Segundo Alcides Rolim, já passou da hora de a Câmara de Vereadores entender o seu papel no processo de desenvolvimento de Belford Roxo:

“O que a população de Belford Roxo espera da Câmara é que ela colabore e cumpra o seu papel como instituição. O que não podemos aceitar é que um grupo de vereadores defenda apenas interesses que nem sempre são os do conjunto da população. Quero e vou ser parceiro dos vereadores que só querem ver o município crescer”, finalizou Alcides Rolim.

Fonte: Jornal de Hoje.


junho 2019
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Atualizações Twitter

Mais um blog?

A idéia deste blog é concentrar notícias, informações úteis e curiosidades sobre a cidade de Belford Roxo publicadas na Web. Saúde pública, segurança, desenvolvimento, educação, concursos, cultura, política, esportes e muito mais.
Anúncios